Viva Andy Warhol

AW

30 anos após sua morte, Andy Warhol é tema de coleções especiais de roupas e acessórios que preservam o seu legado nas artes e na moda. Uma delas é a segunda parceria com a marca esportiva Billabong, que lançou edição limitada da coleção Warhol Surf, por meio do selo Billabong Lab.

A divisão própria da marca, além de dar suporte a artistas, músicos, designers, fotógrafos e ícones do surf, ajuda a Fundação Andy Warhol para Artes Visuais, uma organização americana sem fins lucrativos conhecida por ser uma das principais fundadoras da arte contemporânea dos Estados Unidos.

A inspiração vem dos próprios arquivos que Andy Warhol captou durante sua estadia na Califórnia e imersão completa na comunidade surfista em 1968: polaroides, fotografias em preto e branco, slides, gravações de áudio e pinturas com o tema. O material fazia parte para pesquisa para o filme “San Diego Surf”.

No desfile de verão 2018 que a Calvin Klein apresentou em setembro em Nova York, a cultura pop norte-americana voltava como justificativa para a coleção de estreia de Raf Simons e para as futuras campanhas da marca.

Obras do artista com interferências do estilista para a criação de estampas já davam o primeiro sinal de uma parceria firmada entre a Calvin Klein e a fundação Andy Warhol para Artes Visuais.

O acordo sugere licenciamentos de obras para diversos produtos, em troca de apoio às iniciativas de divulgação da arte contemporânea, e está previsto para durar até 2020.

A relojoaria suíça Piaget também homenageia o artista com apresentação de acervo inédito: a coleção Piaget “Time Keepers” ficará exposta no Museu Andy Warhol, localizado em Pittsburgh, na Pensilvânia (EUA), onde ele nasceu.

As “Cápsulas do Tempo” são compostas por mais de 600 caixas com fotografias, cartas e objetos únicos, como um bolo de aniversário em plástico insuflável assinado por Yoko Ono, um convite para a festa “Thriller” do Mickael Jackson e estêncils originais de alguns dos seus trabalhos com pop art.

Há fotografias de noitadas com Warhol enviadas por Yves Piaget, ainda em seus envelopes originais. Além de fotos suas de relógios Piaget da época, entre eles um modelo escondido em um lingote de ouro, um modelo com o grande movimento Beta 21, outro com bracelete de ouro e mostrador em ônix.

Andy Warhol conheceu Yves G.Piaget em 1979, em Nova York, e o convidou para aparecer na revista “Interview”. O Museu Andy Warhol conta com a maior coleção de obras de arte e arquivos de Andy Warhol e é um dos mais abrangentes dedicado a um só artista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

trendy posts

Search