Jogos Olímpicos de Inverno 2018

Modern Day Timekeeping 2006  1

Os Jogos Olímpicos de Inverno 2018 começaram nesta sexta (09.02) e vão até 25 de fevereiro em PyeongChang, na Coréia do Sul, com novidades no sistema de cronometragem da competição, com dados minuciosos disponibilizados instantaneamente, desde a velocidade em tempo real de um único esquiador até as posições de uma equipe inteira de hóquei no gelo.

A responsabilidade de capturar os resultados e medir os desempenhos é da marca Omega, que foi apresentada como cronometrista oficial dos Jogos Olímpicos de Inverno pela primeira vez em 1936 (abaixo), quando o evento foi realizado em Garmisch-Partenkirchen, na Alemanha. Para essa ocasião, um único técnico foi enviado com apenas 27 cronômetros utilizados para registrar cada segundo.

Desta vez, serão 300 cronometristas, auxiliados por 350 voluntários treinados, 230 toneladas de equipamentos, incluindo 30 placares públicos e 90 placares de pontuação, e muitos quilômetros de cabos e fibra óptica. A partir do dia 9 de março, a mesma tecnologia é usada nos Jogos Paraolímpicos.

A tecnologia Stromotion estreia nesta edição, com imagens de vídeo de trajetórias que agora revelam a evolução do movimento ou técnica de um atleta, seja o esqui alpino, patinação artística, eventos aéreos ou de halfpipe. Outra tecnologia disponível é a Simulcam, que sobrepõe as bobsleigh, skeleton, luge, salto de esqui e combinado nórdico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

trendy posts

Search