Oriba

Oriba9

Conheci a Oriba logo no seu primeiro evento de lançamento, em 2013. Os sócios Rodrigo Ootani, Paulinho Moreira e Marcelo Collis desde o começo a definem como uma marca de “poucas e boas peças”, como camisetas, bermudas, camisas e calças, com cores discretas e toque agradável ao vestir. Parece um pouco com o modo que eu gosto de descrever este meu site que acaba de nascer: um básico temperado.

Eles começaram com a distribuição 100% online, mas desde o fim de 2016 contam com uma loja-conceito, em Pinheiros, que abriga também um café (abastecido pelo Octávio Café), que já serve de ponto de encontro entre os escritórios da região. No andar de cima fica um espaço multiuso, aberto para eventos, exposições, workshops, cursos, shows, lançamentos…

Estive lá para conhecer o espaço, e lá Rodrigo e Paulinho me contaram de muitos clientes que retornam regularmente, pois já conhecem os tamanhos que melhor servem e veem na Oriba uma marca de confiança, mantendo assim uma relação de longo prazo. A loja serve tanto para que você prove ou sinta no toque a roupa que pretende comprar, ou apenas para retirar a encomenda que comprou no site, fazer trocas ou mesmo passear.

É muito pertinente a ideia que eles trouxeram para a moda masculina, de não trabalhar com coleções. Querem ficar na cabeça das pessoas para quando elas precisarem repor o guarda-roupa, não apenas enchê-lo com peças novas regularmente com coleção atrás de coleção. Seu discurso tem tudo a ver com a ideia de moda devagar que se pede hoje, na contra-mão da moda histérica que vem junto com o conceito de fast-fashion.

Sua proposta principal é oferecer uma roupa com qualidade e com um preço justo, tanto para funcionários e fornecedores quanto para o consumidor _que precisa reaprender o valor de uma peça de roupa, mas ao mesmo tempo merece receber algo compatível. Mas bandeira de sustentabilidade não fica apenas no material de divulgação. A Oriba segue um modelo de investimento em educação infantil em parceria com ONGs de São Paulo, no chamado Projeto Base, em que a cada peça vendida, um kit escolar é doado.

Desta forma, a marca desponta como um modelo de negócio inovador, sustentável, social e praticamente inédito por aqui. Ao mesmo tempo, tem essa linguagem minimalista que certamente vai abastecer o grande público dos homens que só querem uma peça de roupa pra se vestir, sem precisar cair nas armadilhas da moda. Super legal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

trendy posts

Search