Lab, Avuá

LAB N44 0010

Na terceira coleção da Lab, Avuá, desfilada no SPFW, Emicida e Fióti falam em voar (no sentido de liberdade). Então, desenhos figurativos de céus, aviões de papel, pássaros e penas, tanto para voar quanto para escrever, decoram toda a coleção da marca, que nas duas últimas estações havia trabalhado com estamparia mais gráfica. Os tecidos tratam de leveza, como nylon, malha e sarja, e a cartela de cores é composta por diferentes tons de azul do céu, assim como o cinza.

Entre as peças desenvolvidas pelo designer da marca, André Juventil, estão conjuntos de moletinho e casacos corta-vento, além de bermudões e camisetões amplos que são comuns na linguagem do hip hop. Muitos legais os apliques com uma caricatra do Emicida! Os tênis são da Nike (modelos Air Max 97 Ultra e Air Force 1). O styling é de Paulo Martinez. E a coleção já está nas loja, com opções de tamanhos maiores que a grade convencional.

Mas o mais legal das apresentações da Lab é sempre a turma que eles levam junto para a passarela e para a platéia, reciclando o elenco do SPFW e dando espaço de verdade para negros, gays e plus size, com autenticidade _não fazem apenas para surfar na demanda por diversidade a que estão todos tendo que se adaptar. Desta vez, convidaram rappers para desfilar (como Thayde e Black Alien) ou levantar da primeira fila para entrar na trilha sonora ao vivo (como o Coruja BC1). Encerrou a performance com uma homenagem ao músico Wilson das Neves, morto na semana anterior e homenageado no último desfile da Lab.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

trendy posts

Search