Tipos de sapatos

Sapato Social Lojas Viggo1

Apesar de acreditar que o homem brasileiro ainda seja bastante conservador com roupas, nos acessórios percebo uma vontade maior em procurar por novidades (tanto em marcas como em design e qualidade), especialmente nos diferentes tipos de sapatos.

Concordo com o raciocínio. Por exemplo: a combinação de calça jeans com camiseta é a mais versátil do guarda-roupa masculino, mas o sapato faz toda diferença no resultado final. Usar com um sapato social e um relógio poderoso dá um efeito; usar com um dockside e óculos escuros coloridos dá outro completamente diferente.

Como o jeans + camiseta uniformizam o visual (e por isso é que são legais), o acessório é o que dá um tom de estilo pessoal. Passam a informação de quem somos (ou, ao menos, quem queremos ser).

Separei os últimos lançamentos das marcas que vendem no Brasil e dividi em categorias para deixar bem clara a diferença entre eles, assim aproveito também para dar uma sugestão de uso. Os modelos abaixo são todos tipos de sapatos sociais.

Nas legendas tem ainda um nome mais específico de cada um dos tipos de sapatos, mas é só a título de curiosidade, não se preocupe em decorar todos! O sapato acima, por exemplo, é um Derby (pelo tipo de fechamento, com abas costuradas por fora para passar o cadarço) e um Brogue (pelas perfurações decorativas).

Mocassim é uma categoria tão variada que muita gente confunde. Facilita se lembrar que era um calçado criado e usado por diversas nações de índios norte-americanos e eram feitos de couro e sem saltos.

O mesmo pedaço de couro maleável passava por baixo, servindo como sola, e subia pelas laterais e a ponta dos pés, sendo costurado a uma outra peça também em couro em forma de U na parte de cima.

Então, a maneira mais fácil de identificar se o sapato é um mocassim é por essa costura na parte de cima (que pode ser evidente ou não, pra confundir ainda mais!). O que varia muito é o tipo de solado, que pode hoje em dia ter salto de madeira, solado de borracha ou os famosos gominhos aderentes.

São os mais informais e por isso usados sem meia e cabem em propostas de usos variados: calça de alfaiataria com pólo, jeans e camisa e até bermuda e camiseta! Veja os tipos de sapatos mocassim a seguir.

Por fim, fiz o sacrilégio de misturar em uma categoria só vários tipos de sapatos abotinados: das botas propriamente ditas a tênis invocados. A maior diferença entre um e outro é o solado (de madeira ou borracha, com ou sem salto) e o material (couro mais encorpado, camurça ou couro falso).

Ambos são casuais e ficam legal com uma calça de barra ajustada (se a ideia é criar uma silhueta mais atual), ou ao menos uma calça reta com a barra no lugar para não ficar sobrando sobre o pé. Veja as variações de modelos a seguir.

This Post Has 2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

trendy posts

Search